Quando a pessoa se propõe a estudar para um concurso público é inevitável que os mesmos leiam o edital, logo, nele constam todas as informações necessárias e prazos para cada etapa.

Todas as informações contidas nele devem ser informadas antes da aplicação da prova e os critérios de desempate são muito importantes; uma vez que definem a ordem dos aprovados, quando vários atingem a mesma nota.

Quais os critérios mais comuns no desempate?

A banca examinadora (composta por pessoas de vários setores), são os responsáveis por determinar e levar em conta os critérios de desempate. Dentre vários, veja os mais comuns:

  • Idade: o candidato com mais idade é classificado primeiro.
  • Tempo de serviço público: o candidato com mais tempo de serviço público fica em primeiro na classificação.
  • Maior nota em uma das provas: o candidato com a maior nota em uma das provas fica em primeiro na classificação.
  • Sorteio: o candidato sorteado fica em primeiro na classificação. Parece imoral, porém pode acontecer, uma vez que estabelecido na publicação do edital.
  • Em alguns casos, o edital do concurso pode estabelecer critérios de desempate mais específicos. Por exemplo, o edital pode estabelecer que, em caso de empate, o candidato com maior número de filhos fica em primeiro lugar na classificação.
Leia Também:  Quais são os órgãos públicos que mais contratam no Brasil?

A seguir, observe exemplos de como aplicar os critérios de desempate.

Exemplos de desempate em concursos

O primeiro exemplo: Dois candidatos têm a mesma nota final em um concurso para professor. Os critérios de desempate estabelecidos no edital são a idade. O candidato com mais idade, que tem 35 anos, se classifica em primeiro e o que tem 30 anos se classifica em segundo.

Segundo exemplo: Três candidatos têm a mesma nota final em um concurso para auditor fiscal. Os critérios de desempate estabelecidos no edital é o tempo de serviço público. O que tem mais tempo de serviço público (10 anos de serviço), se classifica em primeiro e o com (5 anos de serviço) se classifica em segundo e em seguida o que tem (3 anos de serviço) em terceiro lugar.

A leitura do edital é de suma importância. Todos os assuntos (sobretudo os critérios) nele são passíveis de atenção e podem ser decisivos para a aprovação do candidato.

Leia Também:  Polícia Penal: concurso para o Piauí paga R$6,5 mil no início da carreira
Compartilhar.

Nascida no estado do Rio de Janeiro, encontrou no ramo de Redação a sua profissão. Apaixonada por livros, também é idealizadora e criadora de conteúdo do blog cristão feminino "Garotas fãs de Cristo" desde 2011.