São Gonçalo do Sapucaí, segunda-feira, 14 de agosto, por Igor Gomes – O ID Jovem é um dos grandes benefícios que os inscritos no CadÚnico podem ter direito. Foi criado pelo Governo Federal em 2016 e se destina aos jovens entre 15 e 29 anos de baixa renda, ou seja, cuja renda mensal seja de até dois salários mínimos, R$ 2.640 em 2023.

O ID Jovem permite que seus beneficiários tenham algumas regalias como o acesso à meia-entrada em eventos esportivos, produções culturais e em eventos artísticos, como teatro e cinema, por exemplo. Além disso, o beneficiário tem direito a viagens interestaduais gratuitas ou com desconto.

O beneficiário do programa social recebe uma identificação, chamada de carteira ID Jovem. Este documento é aceito em cinemas, teatros, circos e outros eventos artísticos e culturais, bem como em eventos esportivos, educativos e de lazer que tenham entrada paga. Já em relação às viagens interestaduais, o segurado do ID Jovem precisa solicitar seu bilhete de viagem, com pelo menos três horas de antecedência do horário da partida.

Leia Também:  A isenção da taxa de inscrição em concurso público é um direito do inscrito no CadÚnico; saiba mais

Nesse caso, é possível utilizar seu ID Jovem para viagens interestaduais rodoviárias, aquaviárias e ferroviárias. No entanto, as empresas prestadoras de serviço de transporte só são obrigadas a reservar duas vagas gratuitas ou com desconto por viagem. Caso não seja possível a concessão do benefício, o jovem poderá exigir que os atendentes emitam um documento esclarecendo o porquê o benefício não foi concedido.

Situações assim podem ocorrer quando as vagas gratuitas ou com 50% de desconto já tiverem sido preenchidas anteriormente. Por isso é necessário reservar sua vaga o quanto antes, para evitar a perda do direito às viagens com desconto ou gratuitas. O segurado pelo ID Jovem deve se programar bem sempre que for realizar alguma viagem interestadual.

Como obter o ID Jovem?

Inicialmente, para poder solicitar o ID Jovem é preciso estar cadastrado no CadÚnico. Para se cadastrar, basta comparecer ao CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) do seu município portando todos os documentos necessários dos componentes do seu grupo familiar. Feito o cadastro, agora é possível solicitar a participação no programa social.

Leia Também:  Programa Minha Casa, Minha Vida tem novas regras para 2024

O processo de inscrição no ID Jovem é gratuito e pode ser feito de forma online. Primeiramente, é necessário acessar o site ou aplicativo do ID Jovem no celular. Em seguida, você deverá informar seus dados pessoais, como seu nome completo, nome completo da sua mãe, sua data de nascimento e número do NIS (Número de Identificação Social). Este último, será emitido após sua inscrição no CadÚnico.

Após o preenchimento de todas as informações básicas, você deverá responder as perguntas seguintes que vão aparecer, informando tudo corretamente. Por fim, você finaliza a inscrição e o processo estará concluído. A partir de então, você só precisará aguardar o recebimento do seu ID Jovem.

Compartilhar.

Redator Publicitário, roteirista e eterno estudioso da língua portuguesa.