Muitos brasileiros têm dúvidas se tem como abrir um MEI mesmo com o nome sujo, ou seja, com inadimplência. Saiba que isso não vai impedir o cidadão de se tornar um Microempreendedor Individual, já que na legislação brasileira não tem nada que proíba o processo. É importante estar atento com as normas que estão associadas com a abertura de empresas.

Para ser MEI, quite as dívidas. Imagem de Pixabay.
Para ser MEI, quite as dívidas. Imagem de Pixabay.

MEI e nome negativado

Ter o nome negativado não vai te impedir de abrir um MEI, e tem muitos benefícios para o cidadão brasileiro. Como um acesso bem mais fácil de linhas de crédito especiais, isenção de impostos federais e ainda pode ter direitos associados com a previdência social. Com isso, vai ser possível ter o auxílio-maternidade e o auxílio-doença.

Por mais que não seja proibido se tornar Microempreendedor Individual com nome sujo, vai ser bem mais difícil de ter um crédito aprovado. A maioria das instituições financeiras fazem uma análise do CPF responsável antes de aprovar a liberação de qualquer tipo de empréstimo. Para isso, tem como acessar programas que podem tornar o acesso ao crédito bem mais rápido.

Leia Também:  4 direitos das gestantes e lactantes no trabalho

Estar inadimplente gera danos para o cidadão, podendo ser mais difícil de investir na empresa e também conta com restrições financeiras pessoais que vão afetar o desenvolvimento de todo o processo. A prioridade do Microempreendedor é regularizar dívidas para ter bem mais chances de ajudar o negócio a crescer de modo responsável.

Quite suas dívidas

Para quem vai ou tem interesse em abrir um MEI, é importante ver as pendências financeiras para poder investir melhor no seu negócio. Existem várias instituições que trabalham com muitas opções de planos para o cidadão renegociar as dívidas. O indicado é ter boas orientações em instituições específicas como o Sebrae, para ter o melhor suporte.

As únicas restrições para se tornar um Microempreendedor Individual são para aposentados por invalidez, servidores públicos federais, estrangeiros com visto provisórios e entre outros. É importante ver que o nome negativo não vai surgir do dia para a noite, o ideal é buscar meios de ter bem mais responsabilidade financeira.

Leia Também:  MEI tem direito a auxílio-maternidade? Confira
Compartilhar.

Graduada em Publicidade e Propaganda pela Faesa, atuo como Redatora e Gestora de Tráfego. Apaixonada por entretenimento, moda, negócios e viagens.